Archive pour la catégorie ‘Artigo português’

Màfias e relações internacionais

Universidad Paris I (Panthéon-Sorbonne),
Doutorado ciência politica (UFR 11)

Fabrice Rizzoli

thèse rizzoli mafia

AS MAFIAS ITALIANAS E O FIM DO MUNDO BIPOLARE

Relações “politico-mafiosas” e actividades criminais a prova das relações internacionais

Tese dirigida por o Senhor Presidente Jacques Soppelsa
Sustentada a 22 Janeiro 2009
Menção muito honorável a unanimidade do banca :

Banca de tese:
M. le professeur Charles Zorgbibe
M. le professeur Michel Carmona
M. le professeur Simon Petermann
« Professore » Giuseppe Muti
Mikhail Lebedev (Михаил Лебедев)

Resumo

A vulgarização mediática da palavra « máfia » impede a aproximação científica dum fenómeno mostrando as realidades heterogéneas. A máfia é um sujeito politico organizado que se adapta as mudanças socio-económicos. A máfia exerce uma soberania num território oferecido. A partir dessa “senhoria” territorial, ela estrutura e perpétua um sistema fundado sobre a violência e a ilegalidade. A máfia gera uma rede vasta e ramificada das cumplicidades. Ela anima um código cultural emprenhando y flexível para aproveitar de um relativo consenso social. Em Itália, quatro organizações mafiosas consistem um sujeito de estudo científico (cf.. resentação portugesa).).

O estudo das máfias inscrita no quadro general da historia da Itália demonstrou que consiste um verdadeiro instrumente para governar nesse estado. Durante a guerra-fria, elas foram usadas como forças de « containment ». Em troca, elas beneficiaram da impunidade com o fim da ameaça comunista, as relações « politoco-mafiosas » entram numa nova era. Acuradas por ofensiva dos magistrados, a máfia siciliana opta para uma estratégia terrorista. O objectivo era de achar outros referentes políticos. Desde o fim do antagonismo entre os dois blocos, as sofisticações das máfias foi reforçada. Elas controlam o seu território de eleições e tem uma dimensão “transnacional”. Elas entram nesse movimento de informações, dinheiro, de bens, de pessoas através das fronteiras nacionais nas quais os actores governamentais fazem-se raros. As máfias são os actores principais da economia mundial integrada e reflectidas nesta nova era. Ao fim, este estudo das máfias mostra que elas são fenómenos estruturais e sistémica da globalização.

Palavras chaves: geopolítica, Itália, máfias, Estados, “gouvernance”, controlo do território, guerra fria, globalização, droga, « burguesa » mafiosa.

Traduction : Marc Isabelinha (Amias de baixo)

Presentação portugesa

O “site” internet, disponível principalmente em francês, e dedicado ao estudo das organizações mafiosas italianas.

Em Itália, quatro “máfias” controlemos territórios du Sul. Em EUDA, há uma máfia com membros ítalo-americanos.

As quatro “máfias” italianas :
1. La ‘Ndrangheta em Calábria.

2. Cosa nostra em Sicília.

3. La Camorra em Nápoles.

4. La Sacra Corona Unita em Apúlia.

5. La Cosa Nostra (LCN), a máfia ítalo-americana.

A volta de 24 000 pessoas pertencem a uma máfia Cada membro dispõe de uma rede de cumplicidade. Estas organizações exercem varias actividades criminais desde da extorsão ao trafico de droga.

O estudo destes factos diários permite compreender sociedade italiana.

Fabrice Rizzoli : perito em criminalidade, investigador no CF2R, doutoramento em ciências politicas na universidade da Sorbonne (Pantheon-Sorbonne) em Paris-França.

Traduction (Nelson Pequeno : Amiais de baixo)

Faire un don
Search
OGC
Petit dico énervé de la mafia
Mafia (en italien)
Observatoire Géopolitique Criminalités
Site sur la criminalité
Petit dictionnaire énervé de la mafia
Petit dico énervé de la mafia