Archive pour la catégorie ‘Artigo português’

Màfias e relações internacionais

Universidad Paris I (Panthéon-Sorbonne),
Doutorado ciência politica (UFR 11)

Fabrice Rizzoli

thèse rizzoli mafia

AS MAFIAS ITALIANAS E O FIM DO MUNDO BIPOLARE

Relações “politico-mafiosas” e actividades criminais a prova das relações internacionais

Tese dirigida por o Senhor Presidente Jacques Soppelsa
Sustentada a 22 Janeiro 2009
Menção muito honorável a unanimidade do banca :

Banca de tese:
M. le professeur Charles Zorgbibe
M. le professeur Michel Carmona
M. le professeur Simon Petermann
« Professore » Giuseppe Muti
Mikhail Lebedev (Михаил Лебедев)

Resumo

A vulgarização mediática da palavra « máfia » impede a aproximação científica dum fenómeno mostrando as realidades heterogéneas. A máfia é um sujeito politico organizado que se adapta as mudanças socio-económicos. A máfia exerce uma soberania num território oferecido. A partir dessa “senhoria” territorial, ela estrutura e perpétua um sistema fundado sobre a violência e a ilegalidade. A máfia gera uma rede vasta e ramificada das cumplicidades. Ela anima um código cultural emprenhando y flexível para aproveitar de um relativo consenso social. Em Itália, quatro organizações mafiosas consistem um sujeito de estudo científico (cf.. resentação portugesa).).

O estudo das máfias inscrita no quadro general da historia da Itália demonstrou que consiste um verdadeiro instrumente para governar nesse estado. Durante a guerra-fria, elas foram usadas como forças de « containment ». Em troca, elas beneficiaram da impunidade com o fim da ameaça comunista, as relações « politoco-mafiosas » entram numa nova era. Acuradas por ofensiva dos magistrados, a máfia siciliana opta para uma estratégia terrorista. O objectivo era de achar outros referentes políticos. Desde o fim do antagonismo entre os dois blocos, as sofisticações das máfias foi reforçada. Elas controlam o seu território de eleições e tem uma dimensão “transnacional”. Elas entram nesse movimento de informações, dinheiro, de bens, de pessoas através das fronteiras nacionais nas quais os actores governamentais fazem-se raros. As máfias são os actores principais da economia mundial integrada e reflectidas nesta nova era. Ao fim, este estudo das máfias mostra que elas são fenómenos estruturais e sistémica da globalização.

Palavras chaves: geopolítica, Itália, máfias, Estados, “gouvernance”, controlo do território, guerra fria, globalização, droga, « burguesa » mafiosa.

Traduction : Marc Isabelinha (Amias de baixo)

Presentação portugesa

O “site” internet, disponível principalmente em francês, e dedicado ao estudo das organizações mafiosas italianas.

Em Itália, quatro “máfias” controlemos territórios du Sul. Em EUDA, há uma máfia com membros ítalo-americanos.

As quatro “máfias” italianas :
1. La ‘Ndrangheta em Calábria.

2. Cosa nostra em Sicília.

3. La Camorra em Nápoles.

4. La Sacra Corona Unita em Apúlia.

5. La Cosa Nostra (LCN), a máfia ítalo-americana.

A volta de 24 000 pessoas pertencem a uma máfia Cada membro dispõe de uma rede de cumplicidade. Estas organizações exercem varias actividades criminais desde da extorsão ao trafico de droga.

O estudo destes factos diários permite compreender sociedade italiana.

Fabrice Rizzoli : perito em criminalidade, investigador no CF2R, doutoramento em ciências politicas na universidade da Sorbonne (Pantheon-Sorbonne) em Paris-França.

Traduction (Nelson Pequeno : Amiais de baixo)

La mafia de A à Z
Recevez chez vous le livre dédicacé : "la mafia de A à Z" contre 18 euros en cliquant sur le lien suivant
PayPal Logo
Search
Mafia (en italien)
Observatoire Géopolitique Criminalités